sobre o coletivo casadalapa

IMG_2538

A casadalapa é um coletivo formado por artistas que atuam em diversas áreas que possuem em comum o caráter de se constituírem como ações colaborativas, entendendo o processo artístico como um processo de interação entre seus indivíduos e a sociedade. A casadalapa promove oficinas dos integrantes e aliados (territórios casadalapa), encontros com artistas e pensadores (territórios confluentes) troca de idéias e rodas de conversa (territórios táticos), mostras, shows, projeções, realiza vídeos e intervenções urbanas e artísticas pela cidade, além do consagrado mixtoquente (uma celebração, uma festa, uma circulação de processos + música + artes visuais + teatro + cinema + intervenção + grafite + fotografia) na Lapa.

IMG_2535.jpg

o trabalho do coletivo casadalapa

A casadalapa é um coletivo de artistas de diferentes áreas que há 12 anos trabalha e discute arte a partir da realização de ocupações multiplataformas em espaços públicos e territórios compartilhados. É também base para produção de filmes e vídeos, residências artísticas, projetos de intervenção urbana utilizando artes integradas e agricultura urbana, discussões sobre teatro, cinema, artes plásticas, produção de arte, cenografia e figurinos, exposições, encontros de criadores, pensadores e coletivos, projeção de filmes, shows, espetáculos infantis, lançamentos de livros e performances – um espaço independente de criação e discussão de arte e cidade.

Em 12 anos de atividade do coletivo casadalapa destacam-se os projetos CasaRodante e Vidas em Obras na região da “Cracolândia”, MixtoQuente e Leopoldinas na Lapa, CasaLatina com a comunidade boliviana na Praça Kantuta, no Pari, a série Enquadro 1, 2, 3 e 4 e Enquadro 5×5 filmados nas mais diferentes regiões da cidade – periferias e centro, são apenas alguns exemplos do trabalho do coletivo para produzir vizinhanças e acentuar práticas colaborativas desafiando a territorialização da identidade convencional com uma compreensão plural, inclusiva e polifônica. Desde o início, o coletivo persegue a criação de obras que misturem essas linguagens artísticas e que experimentem conceitos e ações, sem hierarquização das relações e do convívio coletivo.

A casadalapa é Cauê Novaes, Carolina Abreu, Caru Alves De Souza, César Meneghetti, Guta Pacheco, Juliana Rocha, Júlio Dojcsar, Maíra Bühler, Marcos Castanho, Marina Alegre, Murilo Thaveira, Newber Machado,  Pedro Noizyman, Rafaella Costa, Sato Do Brasil,  Will Robson, Willem Dias, Zeca Caldeira. A casadalapa também é Achiles Luciano, Atila Fragoso, Rose D’Agostino, Silvana Marcondes, Simon Simantob, além dos coletivos irmãos Coletivo Transverso, Paulestinos e Microrroteiros da Cidade.

São Paulo Setembro 2017.

IMG_2539